terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Reflexão de fim de ano

O ano vai chegando ao fim e finalmente paramos para pensar num novo começo.
Os dias passaram tão rápido, que nem nos demos conta do quanto ele passou, até começarmos a ouvir os sinos do Natal no ar. Então sentimos a necessidade de parar para refletir.

O que fiz de bom?
O que poderia ter evitado?
Quem passou a fazer parte da minha vida? 
Quem deixou de fazer parte da minha vida?
                                                                 
Valeu a pena?
Valeu sim!!!
Valeu a pena?
Com certeza!!!
Por quê?

Porque aprendi com os meus erros, acertos. Também aprendi com os erros e acertos dos outros.
Costumo dizer que o tempo traz resposta pra tudo. Observação também traz respostas.
As respostas que eu ainda não tenho, com o tempo eu terei.
Venci porque não desisti. Venci quando insisti. Venci quando esperei. Venci quando avancei.
Nessa vida, a gente só perde o que está por fora. Então preserve quem você é.


domingo, 9 de dezembro de 2012

Impedir os sonhos dos outros não é a melhor opção

Tem gente que ao invés de correr atrás do seu sonho, fica correndo atrás do sonho dos outros, só para roubar a alegria de alguém.
Porém, depois que se perde tempo correndo atrás do sonho errado, pode ser que se perca a oportunidade de realizar o sonho certo.
Escolha o que você quer fazer e saiba que o mundo sempre dá voltas.

domingo, 7 de outubro de 2012

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Mês corrido...

Desde o mês de julho eu não tenho tido tempo para postar novidades, pois estou com o tempo bem curto. Porém, já está folgando mais pro meu lado, então, em breve estarei trazendo novidades.

sábado, 30 de junho de 2012

Vários poemas que trabalhei na Sala de Leitura

As borboletas de Vinícius de Moraes



Baleias de Renata Pallottini



Infância de Sônia Miranda e Brincando de não-me-olhe de Elias José

terça-feira, 12 de junho de 2012

Mais uma semana mágica na Sala de Leitura.

Poema "Terezinha de Jesus" do livro na corda bamba, de Hardy Guedes Alcoforado Filho.



É claro que a cantiga não poderia ficar de fora!


quinta-feira, 24 de maio de 2012

Fábulas

A raposa e o corvo:


A raposa e as uvas:
Cartaz:
Dramatização:

O mágico de Oz


História contada através de palitoches em cenário feito com material reutilizado.

 

Quem contou foi a Bruxa Boa do Sul:

quinta-feira, 5 de abril de 2012

sexta-feira, 30 de março de 2012

O Gato de Botas passou pela escola...

O Gato de Botas veio até a escola para contar a sua história para as crianças na Sala de Leitura.
Veio equipado com slides no datashow.


E foi buscar os alunos nas salas...

Teve criança que se assustou ao ver o gato chegando na porta!

Por último teve o jogo da trilha: "A corrida do gato e do rato"


 Eita que delícia de aula sô...

Meu caderno de planejamento

Nem acredito que fui eu que fiz essa belezinha...
Tá tão bonitinho que dá vontade de morder!
Adorei criar arte com EVA.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Parabéns pela iniciativa srª deputada! Que o seu projeto vire lei!

Estou muito feliz com a seguinte notícia:

"Na Bahia, ...*, um projeto de lei está causando uma polêmica. O que divide tanto a opinião dos baianos é um projeto de lei que ficou conhecido como ‘antibaixaria’.
As músicas fazem sucesso, mas as letras, consideradas ofensivas às mulheres pela deputada Luiza Maia (PT), viraram assunto político. O projeto da deputada quer a proibição do uso de dinheiro do estado para contratar artistas que toquem músicas que ofendam as mulheres. Ele foi criado em junho do ano passado, mas só agora entrou na pauta da Assembleia Legislativa da Bahia.
A votação durou duas horas. O projeto foi aprovado por 43 votos a 9 e recebeu uma emenda que inclui músicas que fazem apologia ao uso de drogas e à homofobia na proibição. “Eu acho que passaram todos os limites da degradação da mulher. Precisava ter um freio. Por que a repercussão do projeto? Porque as mulheres baianas não aceitavam mais”, avalia a deputada Luiza Maia, autora do projeto.
“É uma lei contrária à brincadeira, à liberdade de expressão dos artistas e à própria linguagem do povo”, afirma o antropólogo Roberto Albergaria.
Agora o Projeto Antibaixaria vai para o governador do estado, Jaques Vagner, que tem 30 dias para decidir se ele vira lei ou não."

Fonte:http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2012/03/aprovado-na-bahia-projeto-que-proibe-musica-que-ofenda-mulheres.html

Que esse projeto vire lei e que se estenda a todo o Brasil, afinal, as mulheres não lutaram tanto para serem chamadas de cachorras, piriguetes e outros insultos mais por homens machistas que não respeitam a mulher como ser humano tão capaz quanto os homens. 

 *Omito as três palavras que estavam na matéria original, pois a Bahia é a terra de Cristo! 

terça-feira, 20 de março de 2012

Chapeuzinho Vermelho passou pela escola...

Para contar a sua aventura no caminho pra casa da vovó, Chapeuzinho Vermelho passou pela escola.
Foi uma delícia, desde a montagem do cenário até o encanto das crianças ao entrar na Sala de Leitura, onde até o relógio é mágico...


E depois teve a corrida para a casa da vovó...

segunda-feira, 5 de março de 2012

Leitores, estudantes, aproveitem essa oportunidade criada pelo Governo Federal.



LIVROS EM PDF- GRÁTIS

Uma bela biblioteca digital, desenvolvida em software livre, mas que está prestes a ser desativada por falta de acessos. Imaginem um lugar onde você pode gratuitamente:

· Ver as grandes pinturas de Leonardo Da Vinci ;
· escutar músicas em MP3 de alta qualidade;
· Ler obras de Machado de Assis Ou a Divina Comédia;
· ter acesso às melhores historinhas infantis e vídeos da TV ESCOLA
· e muito mais....

Esse lugar existe!
O Ministério da Educação disponibiliza tudo isso, basta acessar o site: www.dominiopublico.gov.br
Só de literatura portuguesa são 732 obras!
Estamos em vias de perder tudo isso, pois vão desativar o projeto por desuso, já que o número de acesso é muito pequeno. Vamos tentar reverter esta situação, divulgando e incentivando amigos, parentes e conhecidos, a utilizarem essa fantástica ferramenta de disseminação da cultura e do gosto pela leitura.


Divulgue!

domingo, 4 de março de 2012

Email que recebi

Recebi um email e como já tinha ouvido algo parecido, resolvi postar aqui também, para que essa notícia se espalhe e quem sabe dê resultado...
Se bem que pelo que eu tenho visto e refletido, nosso país provavelmente será derrotado pelo interesse daqueles que não estão nem aí pra nós e sim pelo próprio bolso. 
Sendo sarcástica:"VIVA O CAPITALISMO!"
Segue abaixo o relato de uma pessoa que passou recentemente em um concurso público federal e foi trabalhar em Roraima. 
"Trata- se de um Brasil que a gente não conhece..As duas semanas em Manaus foram interessantes para conhecer um Brasil um pouco diferente, mas chegando em Boa Vista (RR) não pude resistir a fazer um relato das coisas que tenho visto e escutado por aqui.Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até pessoas com um mínimo de instrução.
Para começar, o mais difícil de encontrar por aqui é roraimense. Pra falar a verdade, acho que a proporção de um roraimense para cada 10 pessoas é bem razoável, tem gaúcho, carioca, cearense, amazonense, piauiense, maranhense e por aí vai. Portanto, falta uma identidade com a terra.Aqui não existem muitos meios de sobrevivência, ou a pessoa é funcionária pública, (e aqui quase todo mundo é, pois em Boa Vista se concentram todos os órgãos federais e estaduais de Roraima, além da prefeitura é claro) ou a pessoa trabalha no comércio local ou recebe ajuda de Programas do governo.
Não existe indústria de qualquer tipo. Pouco mais de 70% do território roraimense é demarcado como reserva indígena, portanto restam apenas 30%, descontando- se os rios e as terras improdutivas que são muitas, para se cultivar a terra ou para a localização das próprias cidades.Na única rodovia que existe em direção ao Brasil (liga Boa Vista a Manaus, cerca de 800 km ) existe um trecho de aproximadamente 200 km reserva indígena (Waimiri Atroari) por onde você só passa entre 6:00 da manhã e 6:00 da tarde, nas outras 12 horas a rodovia é fechada pelos índios (comautorização da FUNAIe dos americanos)para que os mesmos não sejam incomodados.
 Detalhe: Você não passa se for brasileiro, o acesso é livre aos americanos, europeus e japoneses. Desses 70% de território indígena, diria que em 90% dele ninguém entra sem uma grande burocracia e autorizaçãoda FUNAI.Outro detalhe: americanos entram à hora que quiserem. Se você não tem uma autorização da FUNAI mas tem dos americanos então você pode entrar. A maioria dos índios fala a língua nativa além do inglês ou francês, mas a maioria não sabe falar português. Dizem que é comum na entrada de algumas reservas encontrarem- se hasteadas bandeiras americanas ou inglesas. É comum se encontrar por aqui americano tipo nerd com cara de quem não quer nada,que veio caçar borboleta e joaninha e catalogá-las, mas no final das contas, pasme, se você quiser montar uma empresa para exportar plantas e frutas típicas como cupuaçu, açaí, camu-camu etc., medicinais ou componentes naturais para fabricação de remédios, pode se preparar para pagar 'royalties' para empresas japonesas e americanas que já patentearam a maioria dos produtos típicos da Amazônia... 
Por três vezes repeti a seguinte frase após ouvir tais relatos:Os americanos vão acabar tomando a Amazônia.E em todas elas ouvi a mesma resposta em palavras diferentes.. Vou reproduzir a resposta de uma senhora simples que vendia suco e água na rodovia próximo de Mucajaí:'Irão não minha filha, tu não sabe, mas tudo aqui já é deles, eles comandam tudo, você não entra em lugar nenhum porque eles não deixam. Quando acabar essa guerra aí eles virão pra cá, e vão fazer o que fizeram no Iraque quando determinaram uma faixa para os curdos onde iraquiano não entra, aqui vai ser a mesma coisa'. 
A dona é bem informada não? O pior é que segundo a ONU o conceito de nação é um conceito de soberania e as áreas demarcadas têm o nome de nação indígena. O que pode levar os americanos a alegarem que estarão libertando os povos indígenas. Fiquei sabendo que os americanos já estão construindo uma grande base militar na Colômbia, bem próximo da fronteira com o Brasil numa parceria com o governo colombiano com o pseudoobjetivo de combater o narcotráfico. Por falar em narcotráfico, aqui é rota de distribuição, pois essa mãe chamada Brasil mantém suas fronteiras abertas e aqui tem estrada para as Guianas e Venezuela. Nenhuma bagagem de estrangeiro é fiscalizada, principalmente se for americano, europeu ou japonês, (isso pode causar um incidente diplomático). Dizem que tem muito colombiano traficante virando venezuelano, pois na Venezuela é muito fácil comprar a cidadania venezuelana por cerca de 200 dólares.Pergunto inocentemente às pessoas: porque os americanos querem tanto proteger os índios ? A resposta é absolutamente a mesma, porque as terras indígenas além das riquezas animal e vegetal, da abundância de água, são extremamente ricas em ouro - encontram-se pepitas que chegam a ser pesadas em quilos), diamante, outras pedras preciosas, minério e nas reservas norte de Roraima e Amazonas, ricas em PETRÓLEO.Parece que as pessoas contam essas coisas como que num grito de socorro a alguém que é do sul, como se eu pudesse dizer isso ao presidente ou a alguma autoridade do sul que vá fazer alguma coisa. 
É, pessoal... saio daqui com a quase certeza de que em breve o Brasil irá diminuir de tamanho. Será que podemos fazer alguma coisa???Acho que sim. 
Repasse esse e-mail para que um maior número de brasileiros fique sabendo desses absurdos. 
Mara Silvia Alexandre Costa Depto de Biologia Cel. Mol. Bioag.Patog. FMRP - USPOpinião pessoal:Gostaria que você que recebeu este e-mail, o repasse para o maior número possível de pessoas. Do meu ponto de vista seria interessante que o país inteiro ficasse sabendo desta situação através dos telejornais antes que isso venha a acontecer.Afinal foi num momento de fraqueza dos Estados Unidos que os europeus lançaram o Euro, assim poderá se aproveitar esta situação de fraqueza norte-americana (perdas na guerra do Iraque) para revelar isto ao mundo a fim de antecipar a próxima guerra. 
Conto com sua participação, noenvio deste e-mail.Celso Luiz Borges de OliveiraDoutorando em Água e Solo FEAGRI/UNICAMP"

sábado, 25 de fevereiro de 2012

CÂMARA ANALISA PROJETO DE LEI QUE PUNE VIOLÊNCIA CONTRA O PROFESSOR

 
            A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 267/11, da deputada Cida Borghetti (PP-PR), que estabelece punições para estudantes que desrespeitarem professores ou violarem regras éticas e de comportamento de instituições de ensino. 
       Em caso de descumprimento, o estudante infrator ficará sujeito a suspensão e, na hipótese de reincidência grave, encaminhamento à autoridade judiciária competente. 
           A proposta muda o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) para incluir o respeito aos códigos de ética e de conduta como responsabilidade e dever da criança e do adolescente na condição de estudante.  

Indisciplina

           De acordo com a autora, a indisciplina em sala de aula tornou-se algo rotineiro nas escolas brasileiras e o número de casos de violência contra professores aumenta assustadoramente. Ela diz que, além dos episódios de violência física contra os educadores, há casos de agressões verbais, que, em muitos casos, acabam sem punição.

        O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Educação e Cultura; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte:  
http://www.blogfalandofrancamente.com/2011/04/camara-analisa-projeto-de-lei-que-pune.html
http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=491406

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Que mané Big Brother que nada!

BIG BROTHER BRASIL: UM PROGRAMA IMBECIL.

Autor: Antonio Barreto, Cordelista natural de Santa Bárbara-BA, residente em Salvador.
Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.
.
Há muito tempo não vejo
Um programa tão ‘fuleiro’
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.
.
Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, ‘zé-ninguém’
Um escravo da ilusão.
.
Em frente à televisão
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme ‘armadilha’.
.
Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.
.
O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.
.
Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.
.
Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.
.
Respeite, Pedro Bienal
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Da muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.
.
Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social
Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério – não banal.
.
Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.
.
A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os “heróis” protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.
.
Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.
.
Talvez haja objetivo
“professor”, Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.
.
Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.
.
É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos “belos” na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.
.
Se a intenção da Globo
É de nos “emburrecer”
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.
.
A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.
.
E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não deem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.
.
E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.
.
E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados
Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.
.
A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.
.
Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.
.
Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?
.
Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal.
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal.
FIM
FONTE:  http://blogladob.com.br/geral/cordel-que-deixou-rede-globo-e-pedro-bial-indignados/
http://espaocriandoerecriandoeducacao.blogspot.com/2012/01/cordel-que-deixou-rede-globo-e-pedro.html